Entubar

O tubo é a manobra por excelência – o místico, a experiência transcendental de surf, o local onde o tempo se expande, e muitos outros epítetos que não conseguem descrever aquele que é o momento mais mágico do surf. Um surfista fica entubado quando surfa debaixo da crista de uma onda em rebentação. O segredo para entubar está no timing, no posicionamento e na descontração. Imagine o cenário: está a executar outro bottom, a olhar para a frente, para onde pretende ir, e apercebe-se de que a onda parece estar a quebrar demasiado à sua frente. Enquanto o seu instinto lhe grita para terminar de imediato em direção à terra ou para tentar ultrapassar a crista em queda e chegar à segurança do shoulder, o tubo requer que perca velocidade, mantenha o rumo e deixe a onda quebrar passando por cima de si.

Entubar

  • Se a onda estiver a entubar à sua frente, vá o mais rápido que possa -seja bombeando a prancha, descrevendo um bottom longo ou indo para uma tinha alta na parede – para se colocar debaixo da crista enquanto esta enrola à sua frente. •Se a onda estiver a entubar atrás de si, faça uma travagem pronunciada. Tal como o travar a fundo num carro, colocar subitamente o peso sobre o pé posterior e afundar o tail fá-lo perder abruptamente velocidade.
  • Quando o tubo enrolar sobre si, transfira o peso para a frente e faça o trim. A crista começará a descer sobre si, e deixará de ver a praia. Ficará a espreitar por um buraco giratório em forma de amêndoa.
  • Apesar de estar rodeado por água, surfe a onda como o habitual. Mantenha-se centrado e equilibrado na prancha e aninhe-se para caber no tubo.
  • Mantenha o braço anterior à sua frente, deixando-o guiá-lo, e mantenha-se concentrado na luz ao fundo do túnel.
  • Se não vai conseguir sair do tubo, caia na onda, por detrás da prancha e projectando-a à sua frente. Deite-se e relaxe deixando a turbulência levá-lo.
Tagged

Partilha!

Related Posts

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*